Pra Que Lado… é a Cozinha: Quindão

Dia desses rolou lá no trabs uma festinha agostina totalmente fora de época. Cada um levou uma laricacomida típica e engordamos todos juntos cerca de 10 quilos cada. hahahaha

Eu catei algumas receitas na internet e mandei bala num quindão que ficou lindo e brilhante. Vejam só:

IMG_4749

Sério, muito orgulho. Deu vontade? Faz também!

Ingredientes:

10 gemas

2 ovos inteiros

400 gramas de açúcar

1 pacotinho de coco ralado

1 vidrinho de leite de coco

1 pitada de sal

THAT’S IT!

Aí pra fazer, você começa coando as gemas e os dois ovos pro seu doce não ficar com aquele gosto forte. Enquanto isso, coloca num recipiente o coco ralado e o leite de coco juntos pra ir dando uma hidratada.

Depois junte as gemas e os ovos com o coco, mexe um pouquinho e adiciona o açúcar. Mexe mais um pouquinho e coloca a pitada de sal.

Se você quiser, adicionar um pouquinho de essência de baunilha deve fazer bem pra esse doce.

Daí você joga toda a mistura em uma forma untada com manteiga e um pouco de açúcar cristal no fundo e leva pro forno em banho maria por uns 40 minutos. Quando você enfiar um palito e não sair nada grudado nele, é porque está pronto!

Espera ele ficar morninho pra desenformar e eu espero DE VERDADE que o de vocês fique brilhante igual ao meu porque deu até vontade de chorar de emoção hahaha

Pra Que Lado… é a cozinha: Risoto de Grana Padano e Abobrinha

Mais um dia nublado no Rio e a preguiça bate num grau… acho que vocês devem me entender. 

Aí, deu vontade de tentar copiar o risoto que comi no Esquina 111 que falei aqui, mas acabei mudando um pouco os planos e preferi excluir a linguiça e fazer um salmão grelhado a parte pra acompanhar. 

Como o salmão não tem muito erro (só botar na frigideira com um pouquinho de azeite e uma pitadinha de sal, selar e dourar e tá pronto. Nossa! Que difícil!), vou colocar aqui a receita do risoto, que eu amei! 

Você precisa de: 

Uma xícara de Arroz Arbóreo

Uma taça de vinho branco

Um cubinho de caldo de legumes

Queijo Grana Padano ralado

Uma abobrinha

Manteiga

Azeite

Numa panela a parte, dissolva o cubinho de caldo de legumes (ou você pode fazer um caldo de legumes de verdade) em água e deixe ferver. 

Na panela principal, coloque um fiozinho de azeite na panela e jogue o arroz em cima (você pode refogar com um pouquinho de cebola também). Depois, despeje a tacinha de vinho branco e prepare-se que, a partir desse momento, você mexerá eternamente o nosso risoto. 

Quando o vinho todo evaporar, coloque o caldo de legumes concha por concha e vá mexendo até secar. Esse processo, você repete algumas vezes. Vai provando enquanto faz, que ai você consegue ver direitinho o ponto ideal. 

Um pouquinho antes de chegar no ponto, quando o arroz ainda estiver um pouquinho duro, coloque a abobrinha cortada em cubinhos. Assim ela não fica nem tão mole, nem tão dura, só vai pegar o restinho do cozimento do arroz.

Chegou no seu ponto ideal? Desliga o fogo e coloca uma colher de sopa de manteiga e mexa até ela derreter e sumir no risoto. Depois, coloque o queijo e pronto! 

Fica assim: 

 Processed with VSCOcam with f2 preset

Também rolou a batatinha rústica que eu falei aqui, porque ela é sempre pedida. 🙂

Mão na massa e bom apetite!

Pra Que Lado… é a cozinha: Suquinho rosa

Cara de pau total da minha parte chamar isso de receita, mas fiz esse suco hoje de manhã e ficou tão bom que achei digno compartilhar a combinação.

– 6 morangos

– 3 rodelas de abacaxi

– 50ml de água gelada

Taca tudo no liquidificador e pronto.

IMG_3087

Aaacho que é detox. Se não for, a gente finge que é e fica mais feliz ainda.

Pra Que Lado… é a Cozinha: Brownie

A receita hoje não é minha, é da minha irmã muito amada, que faz o MELHOR brownie do mundo. É sério, poucos são tão bons quanto o dela. 

Aí hoje fizemos um lanchinho de dia dos pais atrasado e rolou o tal Brownie. Pedi pra ela me passar a receita e tá aqui pra vocês fazerem vocês mesmo. Depois me contem como ficou.

Você vai precisar de: 

– 3 ovos

– 1 xícara e meia de Nescau

– 1 xícara e meia de farinha

– 1 xícara e meia de açúcar

– 150 gramas de margarina derretida

Antes de começar tudo, deixe o forno pré aquecendo uns 20 minutos.

Aí você coloca tudo junto num recipiente e mistura até ficar homogêneo. 

(nesse momento você pode jogar uns pedacinhos de chocolate, ou nozes, ou avelãs…)

Unte uma assadeira pequena (o brownie não pode ficar muito fino, senão queima e/ou fica duro. A gente quer ele molinho, né?), despeje a massa e leve pro forno. Perguntei pra minha irmã quanto tempo, mais ou menos, ela não soube dizer. haha Quando você começar a sentir o cheiro, fique de olho. Quando fizer a casquinha em cima, tá pronto. 

Pra fazer uma graça, cortamos as porções com moldes pra biscoito. 

Processed with VSCOcam with m5 presetProcessed with VSCOcam with t1 presetProcessed with VSCOcam with t1 preset

Porque cacau é sinônimo de felicidade ❤

Pra Que Lado… é a cozinha: Hamburguer recheado e batatinhas rústicas

No sábado, enquanto os vasinhos secavam, fui pra cozinha. 

Eu a-m-o cozinhar. Não me acho a melhor cozinheira do mundo, mas enfim, as vezes sai coisa boa. 

Dia desses eu me peguei pensando no quanto seria bom um hamburguer recheado com queijo e me perguntei porque será que nenhum lugar vende isso. Aí fui ver no que dava. 

Você precisa de: 

– Carne moída. Eu comprei o único tipo que tinha. Eram 600 gramas. 

– Queijo que derreta deliciosamente (usei o Gouda). 

– Um ovo pra dar a liga e deixar tudo juntinho.

– Sal e pimenta do reino a la vonté. 

(vi algumas receitas acrescentando aqueles pacotinhos de sopa de cebola. Acho que deve ficar muito bom, mas eu não usei)

Aí você bota toda a carne, o ovo, o sal e a pimenta a gosto num recipiente e enfia a mão na massa, até o ovo sumir. 

Depois, abra uma folha de papel alumínio com o lado que não gruda pra cima, faça bolinhas com a carne e pressione no papel, formando um hamburguer fino. Coloque uma fatia (seja generoso, mas não tanto) do queijo no meio e tampe com outro hamburguer fino.

A quantidade vai de acordo com o seu gosto. Na minha versão deram 4 hamburguers recheados bem grandes e um sem recheio.

Esquente uma frigideira com óleo ou azeite (eu fiz com azeite, porque de óleo, já basta o que eu como na rua sem saber) e coloque os hamburguers. Acho que o ideal é fazer dois por vez, porque a carne solta muita água, então ele vai acabar cozinhando e não fritando.

Voilá, depois de alguns minutos, a delícia está pronta!

Pra acompanhar, fiz umas batatas rústicas imbatíveis:

– Batatas

– Sal

– Azeite. Muito azeite.

(um alecrim também vai muito bem)

Corte as batatas no meio, depois no meio de novo e mais uma vez. O ideal é que a parte da casca fique com, no máximo, 1 cm.

Processed with VSCOcam with t1 preset 

Aí você coloca as batatas numa fôrma antiaderente, com o sal e manda ver no azeite. O ideal é que a maior parte delas encoste no fundo e o azeite esteja em todo o fundo.

Processed with VSCOcam with t1 preset

Leve pro forno médio por uns 25 minutos (varia de forno pra forno). No meio do caminho, dá uma conferida. Vale dar uma viradinha nelas, que aí elas douram dos dois lados e ficam mais crocantes 😉

Resultado final da história e a única foto bonita do post, provavelmente:

Processed with VSCOcam with m5 preset 

E essa cerveja ornou, hein! Recomendo. 

Bom apetite!