Playlist de Novembro + Extra

Mais um mês chega ao fim e aqui vai a playlist das músicas que me acompanharam em novembro. MAS não foi só essa. Eu também criei lá no Spotify (me cata lá! laura_hue) uma playlist só com músicas brasileiras, de diversos gêneros, que eu tô tipo viciada! Ou seja, mês dois em um. Espero que vocês gostem 🙂

 

Anúncios

Pra Que Lado… tem Papo Bom: Laura do Passado

Oi Laura do passado,

Tudo bem?

Andei aqui pelo futuro fazendo uma reflexão de tudo que você vai ver ao longo dessa vida e acho que posso te dar uns conselhos/spoilers, porque vai que você consegue fazer melhor, né?

  • Você, ao longo da vida, vai criar uns 6 ou 7 blogs e vai desistir logo no primeiro post. Não desiste não. Depois que você enfim resolver se dedicar, você vai ver o quanto é legal esse job a mais na vida.
  • Tenta dar um pouquinho mais de atenção pras aulas de história no colégio. Você tem uns professores muito fodas e vai sentir falta das explicações deles. Principalmente quando chegar aqui pelo ano de 2015. Você vai ver.
  • Dar a desculpa de déficit de atenção não cola. Aqui no futuro todo mundo tem isso hahaha
  • Por incrível que pareça, você não vai repetir nenhuma série no colégio, apesar de sempre parecer que vai dar ruim.
  • Falando em colégio, tenta se dedicar um pouquinho mais ao alemão. Você nem imagina o quanto a Alemanha é foda. Quando você chegar lá você vai enlouquecer, vai querer morar lá, mas vai ter um pouquinho de dificuldade com a língua. Coisa que dava pra ter evitado, né bonitona?
  • Sai juntando todo dinheiro que você tiver pra viajar pelo mundo. Vale mais a pena que muita blusinha que você só vai usar uma vez na vida, vai por mim.
  • Você vai aprender um monte de coisas com os seus namorados ao longo da vida. Antes, durante e depois deles. Fica ligada pra não perder nenhum aprendizado.
  • Talvez no meio da faculdade você queira mudar de curso e ir pra Arquitetura. Eu não cheguei a fazer isso e até que tô curtindo a Publicidade. De repente você podia fazer isso, aí quando a gente se encontrar a gente vê que caminho a gente curtiu mais.
  • Na faculdade você vai entrar numa que você quer ser diretora de arte. A vida vai te mostrar que seu dom não é esse e, sem querer, você vai acabar trabalhando com um monte de números.
  • Aliás, a vida vai te levar pra um caminho profissional bem legal, você vai fazer um monte de amigos, trabalhar numas agências bem maneiras. E, por incrível que pareça, TUDO vai acontecer sem querer. Quando chegar lá você vai entender.

Menina, você tem uma cabeça muito boa. Aproveita isso!

Aqui pelo futuro é nosso aniversário de 28 anos (passamos dos 27!!!). Vou fazer um brinde a você, aguarde!

IMG_3941

Beijos

Pra Que Lado… tem Papo Bom: Gui Poulain

Nessa de fazer um blog e ter uma dedicação ao Instagram, conheci virtualmente algumas pessoas a quem eu me apeguei. Daquelas que eu curto todas as fotos, gosto de acompanhar os projetos e por aí vai. Comecei essa coluna com a Natália Viana, há alguns posts atrás e, dessa vez, chamei o Gui Poulain pra conversar um pouquinho.
O Gui é chefe de cozinha, ilustrador, escreve lindamente, desenha que é uma beleza e tira umas fotos tão tão tãooo lindas que não tem como não gostar dele, mesmo sem conhecer pessoalmente hahaha
Laura: Pra começar queria que você dissesse um pouquinho tudo que você tem feito ultimamente. Eu acho que já me perdi nos seus projetos. Tem o blog, o livro, o Chefe e a Chata. Que mais?
Gui: A base de todo o meu trabalho hoje em dia vem do blog Moldando Afeto. A partir dele vem todos os meus projetos: em 2015 lancei meu primeiro livro, o Cartas Amarelas, que conta as histórias do que vivi estudando confeitaria em um ano em Paris. Adicionei muitas receitas e ilustrações, bem ao estilo do blog. O Chef e a Chata é meu programa no youtube junto da Chata de Galocha, onde eu ensino receitas pra ela e por consequência pra quem nos assiste. Nesse fim de ano estou lançando alguns novos produtos: pratos de porcelana com ilustrações minhas e um caderno de receitas com dicas de cozinha.
Laura: Como foi o início do blog? Qual foi o empurrão pra te fazer criar esse espaço virtual? Ele mudou a sua vida de alguma forma (o meu mudou muito a minha)?
Gui: Em 2010 eu fazia massas frescas pra vender, por encomenda. Queria ter um espaço pra compartilhar receitas e de alguma forma divulgar meus produtos. Minha empresa se chamava Masseria e o slogan que criei era Moldando Porções de Afeto. O blog inicialmente se chamava assim, o slogan das minhas massas. Com o tempo resolvi encurtar o título para Moldando Afeto e quando parei de fazer massas frescas pra poder ir morar em Paris resolvi continuar com o blog. Ele mudou sim minha vida. Nos primeiros dois anos praticamente só meus amigos e família o liam, mas depois disso ele começou a crescer e virou o centro dos meus negócios. Eu não ganho dinheiro diretamente com ele, mas com tudo o que ele me traz. Se eu quero fazer bolos pra vender anuncio por lá, se eu lanço livro é quem me lê no blog que acaba comprando e por aí vai. Eu acho que nunca estaria lançando produtos feitos por mim sem ter esse público querido que vem dele. Além disso, o carinho que eu recebo de volta é muito gostoso.
Laura: Você tira as fotos que você posta lá no Instagram com o celular mesmo ou com uma câmera especial?
Gui: A maioria delas são fotografadas com o celular mesmo (iPhone 5C), no meu dia a dia. As fotos do que eu cozinho são feitas com uma Canon 600D, são fotos que faço pro meu blog e acabo publicando no instagram. As fotos de O Chef e a Chata são feitas por um fotógrafo de verdade (haha!), o Léo Horta, mas considero um pouquinho minhas por ter feito a comida e por fazer todo o styling necessário pra que a foto fique bonita. 🙂
12142273_629764080460310_311106794_n
Laura: Além das aquarelas, de cozinhar, de viajar, tem alguma coisinha simples da vida que te deixa todo feliz de fazer/ver/ouvir?
Gui: Adoro escrever cartas à mão e enviar para meus amigos que moram longe. Fico super feliz quando tenho respostas delas de volta e a coisa vai virando uma conversa, mesmo que seja uma conversa lenta. É um prazer que gosto de cultivar e adoro ter uma caixa com essas histórias guardadas pra vez ou outra reler.
Laura: Já que você morou em Paris um tempinho, deixa aqui três dicas de lugares incríveis, imperdíveis e que pouca gente sabe?
Gui: Um dos meus lugares preferidos em Paris é o Canal Saint Martin. Na primavera e verão é onde os parisienses vão pra ficar na beirada do canal tomando um rosé e batendo papo na happy hour, já que faz um tempo gostoso e o sol se põe por volta de 22h nessa época. Lá em volta tem vários cafés que eu gosto e um dos meus lugares preferidos pra café da manhã ou almoço em Paris: o Holybelly, um lugar mais moderninho, super charmoso e com comida ótima a preços honestos. Na beira desse canal também tem uma das minhas livrarias preferidas, a Artazart. É de livros de design, cinema, gastronomia, fotografia, tatuagens, tudo o que diz respeito à arte. Ela é grande e tem várias coisinhas legais e interessantes além dos livros. Um museu que quase ninguém vai mas que adoro é o Musée de la Chasse et de la Nature (Museu da Caça e da Natureza), no Marais. Sei que é uma escolha que alguns vão achar estranha e torcer o nariz, já que existem muitos animais empalhados por lá, mas é tudo de uma época antiga de caça. O museu em si que é fofo, cheio de papéis de parede de padrões lindos, armas antigas de nobres que mais parecem jóias e histórias interessantes. Me faz sentir dentro de um filme do Wes Anderson.

Gui, seu fofo, muito obrigada por participar ❤

E se você ainda não conhecia ele, corre aqui no blog e no Instagram dele.

Pra Que Lado… tem Rolézinho: Geral do Finde #9

Agora que temos celular novamente, podemos voltar a fotografar a vida aos fins de semana e postar por aqui.

Quando você vai ficando mais velho, é incrível como uma simples ressaca é capaz de durar 24, 48, 72… eternas horas hahaha. Na quarta rolou festa de Halloween da agência e só fui me recuperar vários dias depois, o que resultou num fim de semana tranquilinho, do dia, de preguiça, de boas. De Bhering no sábado e Parque Lage e Urca no domingo.


Ah, o Halloween? Foi meio assim:

12208448_10154281258651521_6941985866184262708_n Cury-halloweenflagx49 Cury-halloweenflagx148
Não era eu, era a Amy.

Beijo!

Playlist de Outubro

É oficial! Depois que a gente passa de agosto, os últimos quatro meses do ano passam na velocidade da luz e, quando você vê, já está em novembro (o melhor mês do ano <3). Depois que passa o susto de ver as Lojas Americanas cheias de traquitandas de Natal, eu volto a me apaixonar pelo fim do ano. É a época do ano que eu mais amo.

Então, com mais um fim de mês, aqui vão as músicas que serviram de trilha sonora pra mim no mês passado. Se quiserem acompanhar essas playlists de mês em tempo real, é só me catar lá no Spotify (laura_hue).

Espero que gostem!